A Cidade Proibida de Pequim é o museu mais popular do mundo. Pela primeira vez em 94 anos, aberto à noite

- May 12, 2019-

Localizado na Cidade Proibida de Pequim, o museu do Palácio da Cidade Proibida , listado pela UNESCO como a maior coleção de estruturas antigas de madeira preservadas do mundo, ganhou 222 milhões de dólares, os maiores ganhos do mundo para um museu

O sucesso deste museu também é dado pelo trabalho de marketing feito nos últimos anos e pela maior abertura do museu ao público. Basta dizer que, durante o Festival das Lanternas, o museu permaneceu aberto mesmo à noite . Um evento que não aconteceu por 94 anos!

O Museu do Palácio da Cidade Proibida é o maior museu de cultura e arte antigas da China. Fundado em 1925, o museu é uma instituição global construída sobre as fundações dos palácios imperiais das dinastias Ming e Qing e suas coleções . Graças a produtos culturalmente inovadores, o museu atraiu 17 milhões de visitantes.

Em 2017, mais de 10.000 produtos culturalmente inovadores certamente aumentaram as vendas do museu. Estes produtos são vendidos no museu e através de várias plataformas de comércio eletrônico. No início deste ano, por exemplo, o museu lançou uma gama de batons inspirados nos objetos de sua coleção e vendeu mais de 900 mil deles. A Cidade Proibida de Pequim foi iluminada e aberta ao público em geral para visitas noturnas pela primeira vez para celebrar o Festival das Lanternas da China.

Shan Jixiang, curador do Museu do Palácio , falando na décima nona conferência anual do Fórum de Empresários Chineses de Yabuli em 17 de fevereiro, disse que a receita desses produtos subiu para 1 bilhão de yuans em 2016, de 600 milhões de yuans em 2013.

O museu exibe cerca de 20.000 relíquias culturais por ano, o dobro do ano de 2012. O Museu do Palácio abriga mais de 1,68 milhão de preciosas relíquias culturais , respondendo por quase 42% do total da China, disse Shan no fórum.